A HISTÓRIA DO KENNEL CLUBE DE FLORIANÓPOLIS


O Kennel Clube é uma sociedade civil de direito privado sem fins econômicos, com sede, domicílio e foro na cidade de Florianópolis, Santa Catarina.

Fundado em 03 de Agosto de 1963.

É uma associação de criadores de cães de raça pura, cujo objetivo é criar, preservar a raça que cria e melhora-la, sempre que necessário.

Para atribuir o pedigree a um cão é necessário que o proprietário de uma cadela, com pedigree, se associe ao kennel, solicitando a inscrição de um canil, cujo nome deverá ser submetido a "Fédération Cynologique Internacionale" - FCI - com sede na Bélgica. Não poderá ter dois nomes iguais para canis, por isso, antes de escolher um nome para o seu verifique o site da FCI pois esta não aprova nomes iguais para diferentes proprietários.

O clube se mantém com as anuidades dos associados e 50% da renda dos serviços cartoriais que executa por delegação da CBKC.

Ele é administrado por uma diretoria composta pelos associados, sendo eleita em assembléia geral ordinária, previamente convocada, determinando a data de sua realização e orientando para que se formem chapas e que estas sejam apresentadas em tempo hábil. qualquer sócio poderá ser canditado a diretor do clube desde que esteja com suas obrigações estatutárias em dia.

O clube, além do registro de cães, deverá realizar uma exposição oficial, pelo menos uma vez por ano, sob pena, se não realizá-la, perder o seu vínculo com a cbkc, cuja consequência é o seu fechamento. Deverá, ainda, prestar todos os esclarecimentos para que os associados possam criar cães de boa qualidade e obedecendo os critérios éticos que devem cercar uma criação.

São sócios fundadores do kcf, os seguintes:

Vera Malenda Fransche, Maria Otacilia Cotrin Kazniakoski, Alfeu Ferreira Linhares, Samuel Fernando Linhares, Alcenor Melquíades de Luza, Cesa Canoni, Mario Roberto Kaznikowskia, Mário Rocha Meyer, Ronaldo Zacchi, Aldo Linhares Sobrinho, Walter Pinho, Acyr Bergmann Pinto da Linz e Silva, Francisco Grillo, Eugênio Muller, Friedrich Carl Franzke, Mauro Rosa da Silva, Otilia Armo Moritz Gottmann e Erich Gotmann.

A primeira diretoria foi assim composta;
presidente – Francisco Grillo;
vice-presidente: dr. Mario Rocha Meyer ;
2º vice - presidente: dr. Mario Roberto Kazniakowskia;
1º secretário: Aldo Linhares Sobrinho;
2º secretário: Mauro Rosa da Silva;
1º tesoureiro: Otilia Anna Moritz Goettmann;
2º tesoureiro: dr. erich gottmann;
diretor social: Alphreu Ferreira Linhares;
diretor de registros genealógicos: dr. Friedrich Carl Franzke.

Ao longo dos anos o clube funcionou, primeiramente na casa dos presidentes. Posteriormente em salas alugadas e desde 2000 em sede própria, adquirida sob a admininstração de Fernando Luiz Franz Moralles.

Florianópolis, em março de 2003.

Fernando Luiz Franz Moralles
-Presidente da Federação Catarinense de Cinofilia
-Juiz de Cães de Raça Pura da CBKC/FCI